• Luara Lemos Sanfelice

4 cuidados na hora de comprar um imóvel.

Atualizado: Jun 1

Sabemos que o sonho de muitas pessoas é comprar imóveis, seja para ter a casa própria, seja para investimentos, compra e venda ou aluguel. Por esse motivo é importante sempre estar atento e tomar as precauções necessárias para evitar que caia em fraudes, perca seu dinheiro, ou descubra anos depois que a o imóvel não está devidamente regularizado, gerando muita dor de cabeça e dinheiro gasto.


Assim, fizemos 4 passos que devem ser seguidos com cautela na hora da compra, vejamos:



1º Documentação:


Aqui dividimos em 2 tipos, a documentação do vendedor e a documentação do imóvel, isso ajuda a proteger o comprador de fraudes ou problemas futuros, como por exemplo: se o imóvel está livre de dívidas, se quem vende é realmente proprietário e se o imóvel não é alvo de penhora, todos os documentos devem ser analisados.


2º Vistoria do imóvel:


De preferência com profissional habilitado (engenheiro), esse procedimento pode mostrar defeitos que o imóvel possa ter que foram ocultados pelo vendedor.


3º Entorno do imóvel:


Procure conhecer a região para saber se está de acordo com o que procura, um exemplo é saber quais os estabelecimentos no bairro (mercados, farmácias, bancos, pontos de ônibus), como é o bairro e os vizinho, se é quieto ou movimentado, converse com os moradores da vizinhança e pergunte o que acham da localidade, visite o imóvel quantas vezes for necessário para se sentir seguro em relação a compra, assim você terá uma boa noção se a região está de acordo com seus interesses.


4º O contrato de compra e venda:


O contrato de compra e venda é essencial na hora de realizar o negócio, nele estará descrito a qualificação das partes, seus direitos e deveres, a descrição exata do imóvel (metragem, localização, número da matrícula), o preço e forma de pagamento e prazo estipulado entre as partes. Lembrando ainda que o contrato bem elaborado visa a proteção do comprador e do vendedor.

Importante: Se o imóvel for superior a 30x o salários-mínimos esse documento deve ser feito por ESCRITURA PÚBLICA para que seja levado a registro.


ATENÇÃO: O contrato particular de compra e venda (contrato de gaveta) não tem validade para ser registrado no cartório de imóveis, não podendo ser feita a transferência da propriedade. Nesse caso o comprador pode optar por procurar o vendedor para que seja feita a escritura ou ingressar com ação de adjudicação compulsória, onde o contrato será convertido em promessa de compra e venda e a assinatura do vendedor será suprida pelo juiz.


9 visualizações0 comentário